Homeschooling Católico

NovaCapa-Livro-HS-CATOLICO

Homeschooling Católico

R$20,00

« Por natureza os pais têm direito à formação dos filhos, com esta obrigação a mais, que a educação e instrução da criança esteja de harmonia com o fim em virtude do qual, por benefício de Deus, tiveram prole. Devem portanto os pais esforçar-se e trabalhar energicamente por impedir qualquer atentado nesta matéria, e assegurar de um modo absoluto que lhes fique o poder de educar cristãmente os filhos, como é da sua obrigação, e principalmente o poder de negá-los àquelas escolas em que há o perigo de beberem o triste veneno da impiedade. »[1]

Categoria Etiqueta:

Descrição do produto

HOMESCHOOLING CATÓLICO: UMA INTRODUÇÃO

« Por natureza os pais têm direito à formação dos filhos, com esta obrigação a mais, que a educação e instrução da criança esteja de harmonia com o fim em virtude do qual, por benefício de Deus, tiveram prole. Devem portanto os pais esforçar-se e trabalhar energicamente por impedir qualquer atentado nesta matéria, e assegurar de um modo absoluto que lhes fique o poder de educar cristãmente os filhos, como é da sua obrigação, e principalmente o poder de negá-los àquelas escolas em que há o perigo de beberem o triste veneno da impiedade. »[1]

NOVO#Papa Leao XII Homeschooling Catolico

Engana-se quem pensa que estas palavras são de autoria de algum leigo homeschooler, desses com ideias radicais e uma visão demasiado pessimista sobre nossos tempos. São, na verdade, palavras do Papa Leão XIII, na encíclica Sapientiae christianae, de 1890, posteriormente retomadas pelo Papa Pio XI em Divini illius magistri, encíclica de 1929 acerca da educação cristã da juventude.

Há muitas famílias católicas honestamente preocupadas com a educação de seus filhos e que no entanto temem o homeschooling – ou ensino domiciliar – como uma alternativa radical, extremada. Afinal de contas, ainda há boas escolas por aí, não há? E quem sou eu, pai ou mãe do século XXI, para cuidar pessoalmente da instrução acadêmica de meus filhos? Não sou também eu fruto de um sistema educacional falido? Com certeza as escolas, com todos os seus defeitos, ainda podem fazer um trabalho melhor do que eu, especialmente as escolas católicas.

Essas são questões que tiram o sono de muitos pais e mães atualmente. O dilema é complicadíssimo: ao mesmo tempo em que nos damos conta da situação periclitante do ensino escolar em nosso país, percebemo-nos também modelados por ele; o mesmo salto iluminador que nos permitiu ter consciência de nossas circunstâncias nos denuncia nossa própria ignorância. Vivemos num tempo em que delegar a terceiros o cuidado e a educação de nossos filhos é algo tão natural, é tanto “como tudo é feito”, que considerar seriamente um outro caminho exige uma dose de ousadia que nem sempre temos dentro de nós. Somos filhos do Estado onipresente; fomos criados para ficar quietinhos dentro de nosso quadrado, desempenhando a função burocrática que nos coube, a qual dificilmente tem relação com nosso universo doméstico.

Educar meus filhos em casa, eu? Sim, você: especialmente se você é católico. As razões para isto são muitas, e se você chegou até aqui, a este site e este texto, algumas delas você com certeza já conhece. Ou você tem filhos em idade escolar e tem presenciado, por meio deles, o engodo ideológico que tem sido vendido como educação básica, ou você simplesmente lembra-se de sua própria trajetória escolar e não quer que seus filhos desperdicem o tempo e a inteligência que a você mesmo foram roubados. Ou talvez você tenha começado a perceber, com estranheza, que a escola católica onde seu filho estuda não é exatamente católica. E então, além de tempo e inteligência, você passou a temer pela perda de algo infinitamente mais grave: a fé.

Nosso momento é de situações complicadas e soluções quase sempre difíceis, mas nesse caso, caros pais e mães, no que diz respeito à educação de nossos filhos, a única solução disponível é também a mais simples: precisamos trazê-los de volta para casa, para um lar fundado em valores capazes de torná-los pessoas piedosas e autoconscientes, em vez de zumbis hedonistas; precisamos acordar do sonho de que eles estão sendo bem cuidados na rua, por terceiros, quando sabemos muito bem o que tem se passado lá fora; precisamos recuperar nossa autoestima e nos investir disso que nos é, a um só tempo, direito e dever: a condição de principais formadores de nossos filhos.

Se você tem interesse em tudo isso, mas não faz ideia de por onde começar a praticar o homeschooling, permita-me apresentar uma obra fundamental à compreensão de todas essas questões: Homeschooling Católico, da Dra. Mary Kay Clark. Trata-se de um verdadeiro guia para pais homeschoolers, abrangendo teoria e prática. Destaco o capítulo dedicado aos ensinamentos da Igreja sobre matrimônio e educação de filhos, no qual vemos a prática do ensino domiciliar ser incentivada por diversos Papas ao longo da história e nos damos conta de que o mal é um só desde sempre, e que seu combate eficaz sempre recai sobre a família, essa tão preciosa e cada vez mais fragilizada unidade social. Destaco também o capítulo sobre a repisada ressalva da socialização, que é o pseudo argumento mais utilizado por quem tenta desabonar o homeschooling.

Se o público em geral tem incontáveis motivos para buscar alternativas ao ensino escolar vigente, as famílias católicas têm-nos em maior número. Dra. Clark cresceu entre os anos 40 e 50, quando as reformas visando à dita modernização da Igreja começaram a ser colocadas em prática. Sendo ao mesmo tempo de uma família católica tradicional, ela nos dá um panorama completo de antes e depois do crescimento de tal mentalidade reformista dentro da Igreja, com abundantes exemplos concretos de como as escolas, católicas inclusive, tornaram-se berço da difusão do secularismo que, chegando a nossos dias, já não esconde os traços mais aberrantes de sua face diabólica.

É impossível confessar a fé católica e ficar indiferente ao conteúdo deste livro. Ouso dizer, mais ainda, que é impossível preocupar-se seriamente com a educação de um filho e não ouvir com atenção o que tem a dizer Mary Kay Clark. Aos pais e mães que desejam aprofundar seu conhecimento sobre homeschooling, bem como àqueles que chegaram agora e ainda não se sentem suficientemente motivados para abraçar a causa, convido a ler este livro.

O futuro pertence a nossos filhos e eles nos foram confiados por Deus para que os levemos até onde possam seguir por conta própria. É de nossa inteira responsabilidade a qualidade e o caráter dos homens do futuro.

Lorena Miranda Cutlak, tradutora da obra para o português.

[1] In: http://w2.vatican.va/content/pius-xi/pt/encyclicals/documents/hf_p-xi_enc_31121929_divini-illius-magistri.html

SUMÁRIO

  • Capítulo 1: Por que homeschooling católico?
  • Capítulo 2: O que é homeschooling católico?
  • Capítulo 3: Ensinamentos da Igreja sobre matrimônio e educação
  • Capítulo 4: Como começar o homeschooling católico
  • Capítulo 5: Homeschooling em uma família numerosa
  • Capítulo 6: A vida sacramental
  • Capítulo 7: O papel do pai no homeschooling
  • Capítulo 8: Disciplina na família católica homeschooler
  • Capítulo 9: Administração doméstica na família católica homeschooler
  • Capítulo 10: Homeschooling em uma família com pai ou mãe ausente
  • Capítulo 11: Ensinar crianças com demandas educacionais diferentes
  • Capítulo 12: Homeschooling para crianças com necessidades especiais
  • Capítulo 13: O problema da socialização
  • Capítulo 14: Grupos de apoio católicos
  • Capítulo 15: Respondendo às autoridades
  • Capítulo 16: Homeschooling e catequese
  • Capítulo 17: Homeschooling católico em nossa democracia Americana
  • Capítulo 18: O futuro do homeschooling católico
  • Capítulo 19: A carta às famílias de João Paulo II

SOBRE A AUTORA

Dra. Mary Kay Clark tem um papel ativo em assuntos educacionais e políticos há mais de 40 anos.

Insatisfeita com as escolas disponíveis quando residia em Columbus, Ohio, ela e outros pais criaram, em 1971, uma escola católica privada de ensino fundamental, a Mater Dei Academy, onde trabalhou como diretora por nove anos.Dra Mary Kay Clark

Vendo em primeira mão as oportunidades e as armadilhas do ensino privado, Dra. Clark deixou a Mater Dei Academy e começou a ensinar seus filhos em casa. Ainda em Ohio, ela ajudou a constituir a primeira associação homeschooler do estado. Após mudar-se para a Virgínia em 1982, tornou-se diretora do Seton Home Study School, que recém havia sido criado. Em 1983, ela ajudou a fundar a Associação de Homeschoolers da Virgínia, na qual trabalhou como Secretária Executiva por vários anos.

Sob a sua direção, o Seton Home Study School saltou de 340 alunos em 1985, para os mais de 10.000 estudantes atuais, matriculados tanto nos Estados Unidos quanto em outros países.

Dra. Clark conquistou os títulos de bacharel em artes liberais do Ursuline College, mestrado em Biblioteconomia da Universidade Case Western Reserve, Ph.D. em Educação pela Universidade de Assunção, e um mestrado em Administração Escolar de Grace College.

Além de ser uma palestrante frequente em conferências sobre homeschooling e família, Dra. Clark também é constantemente convidada para programas de rádio e televisão. Ela tem escrito vários artigos sobre educação em casa, e é autora do best-seller Homeschooling Católico: Um guia para Pais.

Por fim, Dra. Clark é a mãe de sete filhos, todos educados em casa por ela própria, e que estão ensinando seus filhos em casa.

SOBRE A TRADUTORA

Lorena Miranda - Hs Catolico

Lorena Miranda Cutlak é bacharel em Letras – Português/Inglês e mestre em Literatura e Cultura Russa pela USP. Publicou “O Corpo Nulo”, livro de poemas, em 2015. É esposa do Vitor e mãe da Maria, de um 1 ano e 3 meses.

COORDENAÇÃO DO PROJETO

logo-encontrando-MEDIO

A coordenação do projeto está a encargo do blog Encontrando Alegria, ou seja, do casal Camila e Gustavo Abadie, ambos católicos conversos do protestantismo há quase três anos, homeschoolers e pais de quatro crianças. Além do blog, eles têm organizado encontros, publicado artigos e realizado cursos, todos voltados para a formação e capacitação das famílias interessadas no ensino em casa. Gustavo é contabilista e Camila é mestre em filosofia.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Homeschooling Católico”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *